Istituto storico

Instituto histórico

memoria istituto storico

Os escritos e os testemunhos

O patrimônio histórico da congregação, constituído pela obra e pelos escritos do Fundador, como também pelos testemunhos documentários relativos à vida e à obra dos primeiros missionários, representa uma fonte imprescindível para a vitalidade do carisma missionário scalabriniano.

O âmbito de competência do Instituto Histórico, que atua em estreita colaboração e sinergia com o Arquivo geral, comprende o estudo e a publicação dos textos do Fundador (obras, cartas pastorais, homilias), opportunamente colocados no momento histórico considerado, e a vida da congregação, nos acontecimentos que lhe assinalaram a origem e os primeiros desenvolvimentos.

Na atividade do Instituto Histórico, podem-se contar numerosas publicações. Recordamos, entre outras, a famosa Vida de João Batista Scalabrini, do padre Mario Francesconi, postulador da causa de beatificação do Fundador, e a edição das Cartas pastorais do padre Ottaviano Sartori.

O estudo do patrimônio

Além dos supracitados padre Francesconi e padre Sartori, sucederam na direção do Instituto Histórico os padres Gianfausto Rosoli, Antonio Perotti e Agostino Lovatin.

Ao padre Perotti, em particular, deve-se um notável impulso ao Instituto mendiante um intenso trabalho de reconhecimento documentário dos primeiros anos da congregação, reunido em um volume que lhe traça uma primeira história. Infelizmente, o seu improviso falecimento, em setembro de 2004, impediu a padre Perotti de levar a término o trabalho para a publicação, como também de conduzir um prestigioso congresso histórico (A Eclesiologia de Scalabrini) já cuidadosamente preparado, e que ocorreu no ano sucessivo, na Casa Madre de Piacenza (outubro de 2005), no quadro das celebrações pelo centenário da morte do Fundador.

Após quase dez anos de pausa, o trabalho do Instituto Histórico Scalabriniano foi retomado em junho de 2019 com a nomeação de um novo diretor: Matteo Sanfilippo, historiador e diretor científico da Fondazione Centro Studi Emigrazione di Roma (CSER), nomeado para o cargo em 21 de maio de 2019 pelo Padre Leonir Chiarello, Superior Geral Scalabriniano.