Missionárias seculares scalabrinianas

Missionárias seculares scalabrinianas

missionarie secolari il consiglio

O Instituto Secular nasceu no dia de Pascoa de 1990, em Solothurn, na Suiça, em um contexto migratório e profundamente scalabriniano. Já em 1967, de fato, o bispo de Basileia havia reconhecido a Pia União das Missionárias Seculares Scalabrinianas.

Este terceiro rosto do carisma scalabriniano nasceu pela escolha de radical consagração a Deus no mundo, que leva as mulheres a experimentarem a acolhida gratuita de Jesus crucificado e ressuscitado, reconhecido especialmente nos migrantes mais pobres e desenraízados da sua dignidade.

«Era estrangeiro e vocês me acolheram» (Mt 25,35). Cristo mesmo chama a tomar parte na dor e na esperança do migrante, a descer com Ele nas situações mais duras e injustas, marcadas pela fragmentação e pela dispersão. Caminhando sobre as estradas do êxodo com os migrantes de cada etnia, cultura e religião, as missionárias seculares veêm no drama das migrações uma via de unificaçõo da família humana em Cristo.

A comunhão trinitária une o instituto das diversas proveniencias em pequenas comunidades internacionais, inseridas nos mais diversos tecidos sociais. Essas tornam-se laboratório de relações novas, que valorizam a riqueza das diferenças, cada abertura ao outro, cada estímulo missionário.

Como missionárias seculares, sem qualquer sinal exterior que as dintinga das outras nem obras estáveis, são convidadas a permanecerem em um diálogo constante com o mundo, a reconhecer em cada ambiente o lugar ideal no qual abrir espaço para a vida de Jesus pobre, virgem e obediente, verdadeiro homem universal.

Nos ambientes multiculturais, na Europa, no Brasil e no México, estão inseridas com um trabalho no campo social, cultural e pastoral e nos setores escolástico, médico-hospitalar, artístico, formativo, espiritual, etc. A missão é o anúncio e a formação cristã dos migrantes, jovens, amigos para uma abertura à comunhão universal.

escort istanbul escort